Museu Mais Doce do Mundo traz piscina de marshmallow pra SP

Já pensou em “nadar” numa piscina de marshmallows, entrar em um donut gigante ou pular numa grande batedeira? Agora, você pode! O Museu Mais Doce do Mundo chega no Brasil, pela primeira vez.

Museu Mais Doce do Mundo tem 15 espaços-instalações com doces gigantes
Crédito: (Divulgação/Museu Mais Doce do Mundo)

Com o nome de “The Sweet Art Museum” na gringa, a atração colorida foi sucesso absoluto em Lisboa, onde ficou três meses em cartaz com lotação máximo e ingressos esgotados.

A ideia é criar um espaço paralelo à realidade, uma chamada a momentos únicos de diversão e felicidade, com experiências que remetem ao imaginário de brincadeira e de gostosura que todo mundo traz da infância.

Uma das grandes atrações do Museu Mais Doce do Mundo é a piscina de Marshmallow

Digital e Instagramável

Apesar de o espaço não ser feito de doce de verdade, o Museu Mais Doce do Mundo promete um dia repleto de diversões.

A cenografia foi pensada nos mínimos detalhes e não deixa dúvida sobre a intenção. Com novidades em relação à edição portuguesa, as instalações foram planejadas para despertar as memórias afetivas por meio das cores, cheiros, tatos e gostos.

Pensa em cenários perfeitos para você tirar fotos para seu Instagram?

No museu, tudo foi pensado para ser o espaço mais instagramável, doce e feliz do país – e olha que a gente tá precisando de felicidade. Por lá, todas as experiências podem ser filmadas e fotografadas, em cenários muito divertidos, para que o público compartilhe suas brincadeiras com quem quiser.

Uma das grandes atrações do Museu Mais Doce do Mundo é a piscina de Marshmallow

Além dos doces gigantes, os visitantes são surpreendidos também com conteúdos de realidade aumentada, via o aplicativo do Museu.

Ficou com água na boca e tá doido pra fazer umas fotos massas? O Museu Mais Doce do Mundo abre suas portas no dia 20 de junho e fica em cartaz aqui em São Paulo até 18 de agosto, sempre de terça a domingo, das 11h às 21h. O ingresso custa até R$ 60 e pode ser comprado pela internet.

Ah, a cada ingresso vendido, o Museu doa R$ 0,50 para a instituição Renovatio, que ajuda crianças e adolescentes a enxergar melhor o mundo, promovendo exames de vista e doação de óculos de grau. A ideia é que, com a doação d’O Museu Mais Doce do Mundo, sejam atendidas pelo menos 400 pessoas.

Deixe uma resposta